terça-feira, 27 de abril de 2010

Abraço?...

Jamais te diria adeus!
Que sei não voltarias
A olhar nos olhos meus,
Enchendo-os de alegrias.

E, sem intervalos de ar
Iniciar uns abraços, sem par...

Mas, desse abraço, poeta!
Desse último, de despedida,
Que se dá antes da partida?!
Eu deixo pro fim da reta!

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...