sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Silêncio de uma noite...

Escuta também esse som
E fecha comigo os olhos.
Este silêncio que nos alicia,
Parece dizer-nos qualquer notícia
Daquele poema que escrevemos juntos
Em pensamentos, na beira do mar...

As ondas faziam um barulho imenso
E como era intenso o nosso carnaval...
E nesse mesmo verão, só nós rimos
De tudo, choramos até, depois de tudo vimos!
Ora, de olhos bem abertos, e que lindos olhos tens...

Mas, lembra-te daquela frase que te disse antes?
Tal o negrume daquele céu estrelado
E a brisa suave a levar o resto do dia,
Vindo a noite, e então confiantes...
Nunca deixamos de ser figurantes,
E mais que nunca, fomos únicos,
Amantes!

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...