quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Cancão II

As águas silenciosas
Vão rolando preguiçosas
Lá das colinas lodosas
Se despenham sem alarde
A aragem sertaneja
Sobre a paisagem que beija
Mansamente rumoreja
Por despedida da tarde
(A Borborema)

João Batista de Siqueira
Cancão
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...