terça-feira, 15 de setembro de 2009

Amor "bom dia"

Amar alguém que não te corresponde é o mesmo que jogar uma pedra preciosa no precipício.
Ele não vai te mandar outra de presente e logo depois você se arrependerá muito de ter jogado o bem mais precioso que a você pertencia em um buraco sem volta.
Eu me arrependi, e qualquer ser humano se arrependerá um dia.
Este século é o dos des-amados.
Deixaram de acreditar no amor para levar em conta o banal e sem emoção.
Amores surgem a cada semana. "Te amo" é um bom dia e para o casamento basta estar vivo.
Esqueceram das regras quadradas e retrógradas do conhecimento, da aproximação, do gostar, do amar.
Não deu certo?
Pelo menos houve a tentativa.
Eu busco um amor retrógrado e quadrado.
Eu busco um amor de conhecimento, aproximação, gostar e amar mútuo.
Eu busco amar alguém que não me deixe por um amor "bom dia"... Fracos não são os que amam e sim, aqueles que não sabem amar.
O defeito dos serem modernos é acharem que encontram amor em qualquer esquina.
Ah! Se eles soubesse como é raro um amor verdadeiro.
Não deixariam escapar pelas mãos o que Deus somente queria que nós fizéssemos: amarmos-nos e nos respeitarmos eternamente.

Lays Silva
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...