terça-feira, 2 de junho de 2009

Refrigerante

Estive indo embora e pensei
Em dizer-te antes de ir
Pra que te lembres sempre
De ouvir a música...

E talvez aí eu mereça
Aquele beijo
E uma resposta
Breve, com uma brisa
Antes, eu me esqueça.

Sempre estive aqui
E talvez ausente
Tudo de uma vez
Bem presente.

Na praça?
Não sei aonde
Mas quero sim
E é o estar só.

Não sei do que se trata
Se da gramática,
Da nova poesia, dos Luíses
Da nova lousa...

Palavras que se me perdem
As quais pertenceriam,
Se minhas as vontades
Mais constantes, e me levassem

Ou nada então significasse
O mais errante cigano
Um meu querer?
Não importa!

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...