sábado, 27 de junho de 2009

Onde Virgulino passeou, Passo deixando saudade.

Se esse mote não for de minha autoria, minha memória me traiu e lembrei de uma cantoria que devo ter ido em outra 'geração' onde cantadores valentes cantavam para o primo Virgulino Ferreira em um 'pé de parede':

Onde Virgulino passeou
Passo deixando saudade


Pedro Torres

Agradecimento ao Poeta Ciro Menezes pelo socorro na metrificação desse mote, sem tirar e nem por nenhum sentido. Primeira de Luxo poeta!
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...